top of page

Autismo: Sinais precoces

Atualizado: 9 de fev. de 2021

O autismo é um transtorno Invasivo do Desenvolvimento que causa comprometimentos persistentes nas interações sociais recíprocas desvios na comunicação e padrões comportamentais restritos e repetitivos. Algumas características comportamentais das crianças autistas:

· Solidão autista;

· Desenvolvimento da linguagem atrasado ou desviante;

· Repetição monótona de sons e expressões verbais;

· Maneirismo;

· Obsessividade pela manutenção da uniformidade;

· Pavor de imperfeição;

· Preferência por figuras ou objetos inanimados;

· Falta de reciprocidade sócio emocional;

· Manifestação de fobias, transtorno do sono e alimentação;

· Ataques de birra e agressão;

· Surtos de risadas e prantos sem razão aparente;

· Expressão de pensamento não coerente com o afeto;

· Ecolalia;

· Fenômenos ritualísticos e compulsivos;

· Aptidões incomuns (visuomotoras ou cognitivas, montando quebra-cabeças complexos e resolvendo operações muito difíceis;

· Comportamento autodestrutivo (bate com a cabeça e se morde);

· Grande incidência de infecções respiratórias, convulsões febris e distúrbios intestinais.

Tais comprometimentos apresentam-se:

- Antes dos 36 meses de vida;

- Ocorre em cerca de três crianças de cada 10.000;

- Mais comuns em meninos (4.1);

- Etilogia multifatorial, mas seguramente apresenta uma deformação biológica;

- Tem fatores predisponentes como condições perinatais e congênitas que causam disfunção cerebral (rubéola materna, anoxia perinatal, encefalite e síndrome do X frágil).

AUTISMO ATÍPICO

Difere do autismo em termos de idade de início ou falha em preencher todos os conjuntos de critérios diagnósticos. Os indivíduos acometidos apresentam níveis de deficiências mentais. O nível baixo de funcionamento intelectual e cognitivo oferece pouca oportunidade de exibir comportamentos desviados específicos.

ESPECTRO AUTISTA (SINDROME DE ASPERGER) AUTISMO LEVE

Caracteriza-se pelo comprometimento qualitativo da interação social recíproca e estranhezas comportamentais, sem atrasos no desenvolvimento da linguagem. Dentre os comportamentos apresentados pelas crianças:

- Prejuízo acentuado no uso de múltiplos comportamentos não verbais, contato visual direto, expressão visual, posturas corporais e gestos para regular a interação social;

- Fracasso em desenvolver relacionamentos apropriados adequados ao seu nível de desenvolvimento;

- Ausência de tentativa espontânea de compartilhar prazer, interesse ou realizações com outras pessoas;

- Falta de reciprocidade social ou emocional;

- Padrões restritos, repetitivos e estereotipados de comportamento, interesses e atividades;

- Não existe atraso geral clinicamente significativo da linguagem, no desenvolvimento de habilidades de autoajuda apropriadas à idade, no comportamento adaptativo e na curiosidade acerca do ambiente da infância.

Tais comprometimentos apresentam-se:

- Predominantemente em meninos;

- Episódios psicóticos ocorrem no inicio da vida adulta.

É fundamental que pessoas que trabalham e convivem com crianças saibam identificar sinais ou sintomas típicos de autismo em bebês ou crianças pequenas. Uma vez identificado que o processo de desenvolvimento está alterado, a criança deve ser examinada por um especialista (pediatra, psiquiatra infantil, neurologista infantil, para que o diagnóstico seja feito e os tratamentos eficazes sejam instituídos por outros profissionais (psicólogo, psicopedagogo, fonoaudiólogo, psicomotricista, terapeuta ocupacional).O diagnóstico precoce e a implantação correta dos tratamentos resultarão em significativa melhoria no desenvolvimento infantil e na qualidade de vida da criança e de seus familiares.

Referências:

CID10 - Classificação Estatística internacional de Doenças e Problemas Relacionados à saúde.

HONORA, Márcia; FRIZANCO Mary L. – Esclarecendo as deficiências - Aspectos teóricos e Práticos para contribuir com uma sociedade inclusiva.

MARCELLI D. - Manual de Psicopatologia da Infância Ajuriaguerra. Artmed, 1998.

Diagnóstico Psiquiátrico. Ed. Lemos, 2004.

VASQUES, Carla Karnoppi – Transtornos Globais do Desenvolvimento e Educação: Análise da Produção Científico / Acadêmica.


22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page